quinta-feira, 2 de abril de 2020

Ser... ter ... amigos nas vicissitudes

Amigos do Samba

Estamos todos recolhidos em quarentena, pondo ordem na casa, estudando, descobrindo e desenvolvendo novas habilidades.
Sairemos desta tormenta certamente mais fortes, atentos e sensíveis.
Muitas coisas haverão de mudar, momento de transformação e perdas.

Neste final de semana, perdemos um dos amigos "Batuqueiros"... o Edgard.
Sujeito alegre, sempre sorridente, que se sentia parte da malandragem do samba.
Bem humorado, ultimamente estava se arriscando na Cuíca. Infalivelmente chegava na roda com
seu instrumento protegido numa "discreta" capa vermelha. 
Não se importava com as brincadeiras:
- Oba chegou a comida!
Lembrava o "Uber food"... rsrsrs.
Daqui enviamos toda energia positiva e em pensamentos desejamos a ele uma travessia calma e favorável.

Após este pesadelo pandêmico passar... arrefecer, voltaremos à Praça São Salvador para reencontramos os amigos sambistas.
E nos abraços sem medo, que serão fartos e demorados, celebraremos a vida através do Samba.

Sem esquecer de reverenciar quem está agora se juntando a Nelson Cavaquinho, Cartola, Beth Carvalho ... enfim todos os que estão sambando no "andar de cima".

Se cuidem... um forte abraço em todos!